The Only Exception
Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

capítulo 16. ❤

lamento que não esteja grande coisa, mas fui pressionada pela dádá a postar. :c

já agora; o capítulo é dela. <3

já tinha passado uma semana, uma semana sem ti, uma semana a ver-te com ela, uma semana a levar com ela em minha casa. a payton, teimava em dizer que deixei de ter orgulho e passei a ser estúpida por aceitar tal coisa. a verdade é que nem eu percebi, o porquê de ainda cá a ter e de como aceitar esta situação que cada vez me custava mais, mas era incapaz de demonstrar o meu desagrado com o vosso namoro, sabes bem que sempre odiei demonstrar os meus sentimentos, ainda para mais quando era contra eles.

ouvi o toque da campainha, não me movi, sabia perfeitamente que havia gente em casa, não sendo hoje sábado. decidi levantar-me, estava-me a dar a fome. rezei o caminho todo para não me cruzar com eles, era essa a minha rotina desde que ela tinha vindo cá para casa, desejava sempre nunca me cruzar com eles, não me cruzar com o olhar dele e muito menos assistir a demonstrações de afectos, podia ser forte, mas não tanto ao ponto de assistir a isso e fingir que não mexia comigo.

ouvi a payton a chamar por mim.

eu: diz. - disse a meio das escadas.

payton: faz-me um favor ! vai ao quarto do justin e chama a savannah, diz que o irmão dela está aqui.

eu: a sério payton ? - baixei o olhar.

payton: por favor amiga, eu tenho o ryan à minha espera e já estou super atrasada.

eu: está bem. mas ele está onde ?

payton: está ali na sala. és um anjo, vá tchau. - saiu quase a voar.

era só o que me faltava, ter que os ir acordar. pensei em recuar, mas seria pura estupidez porque o rapaz estava ali na sala, dei meia volta e subi as restantes escadas. juro que não estava preparada para os ver tão íntimos, recuei mal pus a mão na maçaneta, ganhei força e rodei-a, abri a porta e entrei. nem sequer bati à porta, queria acabar com aquilo rápido.

como era de esperar ainda estavam a dormir, ele estava de frente para para a porta e de costas para ela, ela estava abraçada a ele por trás, congelei, mas aproximei-me e ele acordou.

ele: o quê que estás aqui a fazer ?  - sussurrou, piscando os olhos para se habituar à claridade.

eu: vinha chamar a savannah, porque o irmão dela está à sua espera. - disse com alguma dificuldade, pois ele já estava levantado frente-a-frente para mim.

ele: o jey ?

eu: não sei, não o vi, quem lhe abriu a porta foi a tua irmã.

ele: cate ?

eu: sim.

ele: anda comigo. - puxou-me para fora do quarto.

eu: estás bem ?

ele: não. - puxou-me para dentro do quarto-de-banho.

eu: o quê que estamos aqui a fazer ?

ele: desculpa - olhou para mim - não queria-te magoar.

eu: esquece isso, não gostas de mim, por isso não te posso obrigar a querer ficar comigo. - esforcei um sorriso.

ele: estás a gozar, certo ?

eu: com o quê ?

ele: eu não só gosto de ti, eu amo-te.

eu: não amas. - sorri.

ele: amo sim.

eu: não amas, justin. - fiz-lhe uma festa no rosto - se gostasses, não estarias com ela.

ele: eu ... - interrompi-o pondo-lhe um dedo na boca.

eu: não te tentes desculpar, não há desculpa possivel para isso. prometeste-me uma coisa e não cumpriste, simples. não tens que te desculpar disso.

ele: ela precisava de mim.

eu: eu também - sorri - mas sabes ? deixei de precisar. percebi que nem tu, nem eu estamos preparados para ter alguma coisa. não te culpo a ti, apenas não estamos.

ele: então isso quer dizer que nunca mais ?

eu: acreditas no 'para sempre' ?

ele: sim.

eu: então duvida do 'nunca mais.'

ele: nem mesmo que eu acabe com ela ?

eu: não. para um relacionamento dar certo, é preciso maturidade e está mais que visto que nenhum de nós a tem.

ele: podemos arranjar.

eu: não, não podemos.

ele: porquê ?

eu: porque não, não nos vamos enganar mais.

ele: acaba assim ?

eu: não vejas isto como um final, mas sim como uma mudança. como por exemplo, quando estás a ver uma novela e ela acaba, logo na parte mais excitante, e logo a seguir vem outra, e tu tens que esperar até ao próximo dia. neste caso, nós somos a novela que acabou na melhor parte e a tua relação é a novela que veio logo a seguir, e a diferença é que não vais esperar até amanhã para a voltares a assistir, mas sim quando sentires falta e perceberes o que essa novela se tratava.

ele: eu já sinto falta.

eu: não sentes, não.

ele: sinto.

eu: não sentes. não podes sentir falta de algo que ainda não perdes-te.

ele: quer dizer que és minha ?

eu: não, quer dizer que isto ainda é o intervalo.

ele: e quando é que acaba de vez ?

eu: agora ... - sussurrei.

aproximei-me dele e beijei-o, as mãos dele vieram enstintivamente parar às minhas costas, a sua língua debateu-se com a minha, não me importei com o facto de podermos ser apanhados, eu queria beijá-lo e foi o que fiz.

ele também não parecia muito importar-se com esse facto.

ele apertou-me mais contra si, parecia que queria mesmo que entrasse dentro dele, para nunca mais o largar. mas a anatomia não estava de todo do seu lado.

a sua boca tinha um gosto diferente, estava mais doce, talvez fosse o facto de saber que depois daquele beijo, mais nenhum viria, se assim fosse, eu queria aproveitar ao máximo.

sabia que estava preparada para o perder, aliás já o tinha perdido, mas só me mentalizei disso à pouquissimo tempo. esperava de todo que fosse feliz com a savannah, mas antes de ser feliz com ela, seria naquele momento comigo, naquele momento ele era meu e eu sabia disso, era isso que me deixava tão segura de mim, era isso que me dava força para continuar, o facto de ele nunca ter sido de mais ninguém, por mais que dissesse, era mentira, ele só tinha sido meu.

ela inevitavel não me aperceber disso, conseguia perceber que era verdade, que ele era meu, e sabia também, que por mais que aquilo acabasse, ele iria sempre lembrar-se de mim, disse eu nunca duvidaria mesmo, mas nunca mesmo.

o beijo foi separado e ele abraçou-me, a sua respiração estava acelarada, o seu cheiro era tão intenso, abracei-o também.

ele: quando estiveres preparada eu estarei aqui, prometo.

eu: estarás mesmo ?

ele: juro-te caitlin, nunca falei tão a sério da minha vida !

eu: e estarás pronto ?

ele: não sei, mas farei de tudo para que quando a novela comece de novo, tenha a cena que o público mais ansiava; a felicidade do casal, quando estiverem juntos de vez.

eu: promete-me que vais ser feliz e fazer as escolhas como tão bem sabes fazer; à sorte. e não te vais importar comigo, quando tiveres algum dia que tomar alguma atitude.

ele: a última parte eu não te posso prometer, porque eu haverei sempre de me preocupar contigo, porque tu és e serás sempre a minha menina.

eu: tenta.

ele: não adianta. quando as minhas atitudes implicarem a tua felicidade eu vou sempre pensar duas vezes, mesmo que erre na escolha, eu pensarei.

eu: obrigado. - abracei-o com mais força.

ficamos ali algum tempo, até que nos separamos e ele me deu um beijo na testa.

ele: demos aqui o nosso primeiro beijo e pelos vistos, também o último.

eu: só até à novela recomeçar. - sorri.

saímos, e ele foi em direcção ao quarto e eu à sala, tinha-me esquecido completamente do rapaz, por sorte quando cheguei ele já estava com a savannah, estava de costas para mim, não consegui ver bem o rosto dele, mas o seu corpo e estilo, chamou-me logo à atenção.

passei por eles, para ir à cosinha até que sou interrompida por uma voz.

savannah: caitlin ? - chamou-me.

eu: sim ? - virei-me.

deparei-me com uma imagem que pensei que não fosse possivel; com a perfeição !

o irmão da savannah era lindo, não consegui deixar de olhar para ele. o seu piercing ainda lhe punha um ar mais sensual, senti um arrepio quando ele sorriu para mim. sorri de volta e reparei que ele me olhou de cima abaixo, só depois é que percebi como estava vestida, corei um bocado o que o levou a dar uma gargalhada rouca. e que gargalhada, ele tinha os dentes direitos, brancos, um olhar inigmático e um charme impossivel de descrever.

savannah: este é o meu irmão jeydon, jeydon esta é a dona da casa, a caitlin.

eu: cate. - sorri timidamente.

jey: jey. - sorriu-me e deu-me dois beijos na cara.

tinha um cheiro bastante agradavel, e notava-se que tinha confiança em si mesmo. tinha ficado mesmo babada, por ele.

savannah: o meu irmão veio-me buscar.

que pena ....

eu: já ?

sou mesmo cinica, eu sei.

savannah: sim.

jey: já falamos sobre isso, vens e pronto.

savannah: sabes bem que eu não quero encontrar com os pais.

jey: eles vão embora em viagem de negócios, lembras-te ?

savannah: sim, mas só amanhã.

eu: podes ir só amanhã, se quiseres.

jey: não estás a ajudar. - olhou para mim com um olhar ameaçador e cómico.

eu: sorry. - virei costas.

jey: gostei do pijama. - riu-se.

tarado ! era notavel a diferença de idades, mas nada me impediu de ripostar.

eu: se quiseres digo-te onde o comprei e compras para ti. - forcei um sorriso.

jey: quero mesmo ! depois deixa a morada da loja à minha irmã, que eu queria mesmo um igual. - riu-se

savannah: deixa-te de fazer a ela !

corei com isso, e ele deu um sorriso indecifravel. e para tentar disfarçar, brincou com o piercing que tinha no lábio.

ele: andava à tua procura. - disse chegando à sala.

savannah: quando acordei não estavas no quarto. - abraçou-se a ele.

ele: estava na casa-de-banho. então jey ? - cumprimentou-o.

jey: então, mén 'tá tudo ?

ele: está, que fazes por aqui ?

jey: vim a buscar a minha irmã.

ele: vais já ? - olhou para ela.

jey: não, vai amanhã.

savannah: pois é amor, vamos ter hoje que aproveitar. - sorriu.

engoli em seco com as palavras que ela proferiu, o justin olhou para mim e eu esforcei um sorriso.

sabia que a outra novela tinha começado e que a minha, não iria tão cedo recomeçar.

 

continua ...

estás a ler:
publicado por p;αndяαde. ॐ às 22:02
| comentar.
64 pintinhos piu:
De Anna Sonhadora M. a 19 de Novembro de 2010 às 22:34
Ahhhh
Parvo parvo parvo...
Gostei do irmão dela ;)
Ainda vai dar coisa :D
E ainda bem que insistiram para postares...
Beijinho
De Juh... a 19 de Novembro de 2010 às 22:39
aaaaa meu deus o Justin tem que ficar com a Cate eles são perfeitos juntos tomara que a novela dela recomeçe logo mais sim esta lindooo
Kisses Juh
De Teresa a 19 de Novembro de 2010 às 22:48
Amo o visual e a musica de perfil $:
De dans a 19 de Novembro de 2010 às 22:52
adorei adorei, ela devia era ter algo com o jey +.+
De Catie ♥ a 19 de Novembro de 2010 às 22:56
Aiiiiiiiiii , isto tá cada vez melhor +.+
Tens que fazer um tipo especial cm 2 capitulos é q com um eu morro qd chega ao fim !
De Marta Morgado a 19 de Novembro de 2010 às 22:57
Ficas a saber xD
De Dri a 19 de Novembro de 2010 às 23:04
ESTA LINDO:D
De Anna Sonhadora M. a 19 de Novembro de 2010 às 23:14
Aii não com o frio que está agora :P
Beijinho
De Anna Sonhadora M. a 19 de Novembro de 2010 às 23:38
Tenho sim+.+
Ah?Mesmo verdade?
beijinho
De »Andry Agrelα.* a 19 de Novembro de 2010 às 23:43
Ja tinha saudades de ler os teus capitulos, ninca mais vi ca !

comentar.