The Only Exception
Domingo, 19 de Setembro de 2010

capítulo 1. ❤

com 16 anos, fui obrigada à pior tortura que existe no mundo, viver com o irritante do justin.
ele: vai lá tratar do cabelo e das unhas, e deixa-me em paz.
eu: óh retardado, não sei se já reparas-te mas estás em minha casa, na minha piscina.
ele: e ? eu preocupado com isso, quando aqui cheguei a tua mãe disse-me para estar à vontade, como se esta casa fosse minha.
eu: mas não é.- disse irritada.- és tão irritante !
ele: irritante ou não, há quem queira.
eu: e ainda hei-de perceber que milagre é esse, mas pronto.
ele: não é milagre, é charme natural.
eu: atira-te ao mar e não venhas à superficie, tchau.
ele: tchau princesa.
vêm o meu problema ? ele é tão, mas tão parvo que até custa a acreditar que tenha 16 anos.
payton: óh gorda, andava à tua procura.
eu: para quê ?
payton: em primeiro: o meu irmão ?
a payton ? é a minha melhor amiga, e também sofre do mesmo problema que eu: conhece-o !
eu: está na piscina, mas não quero falar nele.
payton: o quê que aconteceu ?
eu: diz antes o quê que não aconteceu.
payton: eita mulher, calma ! conta tudo à payton, conta.
eu: primeiro de tudo, ainda não me habituei à ideia de ter que dividir o mesmo tecto com aquele parvo, e em segundo, ele irrita-me tanto, só o facto de saber que ele respira me mete confusão.
payton: em relação a dividir o tecto, foi porque por pura coincidencia os nossos pais foram de viagem, e não nos iam deixar sozinhos e visto que a tua mãe também ia, não ia-te deixar sozinha com o teu irmão, logo juntaram o útil ao agradavel, e em relação ao segundo, não posso fazer nada, tivesses reclamado com a minha mãe.
isto é assim: a minha mãe é super amiga dos pais da payton, e ambos foram de viagens de trabalho e só voltam em setembro, eu sei, é uma catastrofe, mas tenho que me habituar, a única coisa boa é que a payton cá está.
eu: ai que nojo ! odeio a minha mãe, odeio-o a ele, odeio todo mundo !
payton: e lá está ela a dramatizar ! vamos às compras, anda.
eu: agora ?
payton: e há horas para ir às compras ?
esqueci-me de vos avisar, ela é louca por compras.
eu: deixa-me só ir vestir.
payton: rápido, oupa.
ah, e esqueci-me também de dizer que ela é uma stressada do pior.
...
payton: demoras ?
eu: deixa-me só vestir o vestido.
payton: anda lá.
eu: já estou pronta.
payton: então vamos.
eu: espera, o quê que ele está aqui a fazer ?
ele: imaginava-te mais inteligente, eu vou com vocês.
chris: correcção, nós vamos com vocês.
o chris é meu irmão, e por incrivel que pareça da-se super bem com o justin.
eu: eu não quero que vás.
ele: azar, vou na mesma.
eu: até quando eu tento-te esquecer, tu apareces ?
ele: ui, andas a tentar me esquecer ? a atracção já é assim tanta ?
eu: que atracção, qual quê ? a única coisa que sinto por ti, é ódio.
chris: do ódio ao amor, vai um simples passo.
eu: e da minha mão à tua cara, também.
ele: deixa chris, a tua irmã hoje está toda irritada, deve ser porque amanhã começam as aulas.
payton: vamos ?
ele: vamos, quer dizer, isto se aqui a menina não fizer mais birras.
eu: eu não faço birras.
ele: poucas.
eu: vamos lá então, antes que o playboy tenha um ataque de ansiedade para atacar raparigas.
ele: para a tua informação não sou eu que as ataco, elas é que me atacam a mim.
eu: pois, pois. és é um grande tarado.
ele: dobra a lingua para falares sobre mim.
eu: se não o quê ?
ele: antes que te dobre eu.
eu: e tencionas fazer isso como ? - fiz-lhe peito, metendo-me à frente dele.
payton: meninos, controlem-se, estamos à porta de um centro-comercial.
ele: logo vês como é que eu vou fazer isso. - piscou-me o olho e entrou.
eu: morre, morre, morre, morre, morre, morre, morre, morre, morre, morre.
payton: já passou a terapia de lhe desejares morrer ?
eu: yap, vamos lá que eu hoje quero comprar até o cartão não dar mais.
payton: estamos a falar a mesma lingua.
sim, eu e ela nunca tivemos problemas de dinheiro, aliás somos uma das familias mais ricas daqui do porto.
chris: justin, olha ali a keana.

a keana é a ex do justin, quer dizer, é uma das ex's.

ele: onde ?
chris: ali, está com a krisondra e com o jake. - apontou.
ele: faz de conta que não a viste.
eu: a esconderes-te de uma rapariga, juju ?
ele: sim, catizinha.
eu: odeio-te.
ele: olha que pena, já nem vou dormir esta noite.
chris: mas porque que não queres que ela te veja ?
ele: é super melga, anda sempre atrás de mim.
eu: tadinho - sorri - keana ?
ele: não.
keana: olá. - sorriu.
eu: olá, olha sabias que o justin estava cheio de saudades tuas ?
keana: a sério ? - sorriu.
eu: a sério, não é payton ?
payton: não me metam nisso.
ele: eu juro que te mato. - sussurrou-me.
eu: o quê ? óh justin deixa de ser timido e diz-lhe o que me disseste, aposto que ela irá adorar.
keana: o quê que ele disse ?
eu: que estavas muito bonita e que adoraria saír esta noite contigo, para se despedir das férias. - sorri.
keana: adoraria. - sorriu envergonhada.
ele: tu esta pagas-me. - sussurra.
eu: claro, adoras flores não adoras ?
keana: sim, adoro. - sorriu.
eu: vês ? deves mesmo comprar-lhe.
ele: tens razão. - sorriu - mas é injusto ir só eu e a keana, que tal chamarmos o teu irmão, keana ?
eu: quê ?!
ele: isso mesmo, não sejas timida.
eu mato-o, ele sabe que não suporto o jake.
keana: uma saída a quatro, hmm, adoraria. - sorriu - jake ? vem cá.
jake: então meu ? - cumprimentou o justin - que foi ?
keana: o justin propós irmos saír os quatro.
jake: tu também vais, bebé ? - sorriu e fez-me uma festa na cara.
eu: se não quiseres passar o final das férias no hospital, aconselho-te a tirares essa tua mão da minha cara.
jake: hmm, irritadinha ... está bem, vou adorar. - sorriu.
ele: pronto, fica combinado.
eu: ele passa por vossa casa às 20h.
ele: correcção, nós passamos.
eu: isso.- sorri forçadamente.
keana: está bem, tchau amor. - sorriu e beijou-o.
jake: tchau. - sorriu e aproximou-se.
eu: tentas tocar-me só com um dedo, e juro-te que nunca mais vais precisar de ir ao cabeleireiro, pois não terás cabeça para isso.
jake: hmm, até logo. - saiu.
eu: eu mato-te justin drew bieber !
ele: que lata, alguém te manda combinares coisas em meu nome ?
chris: a brincadeira já acabou, ou vou ter que pedir mais um gelado ?
eu: a payton ?
chris: foi fazer compras.
ele: para variar.
chris: agora é que a krisondra te vai odiar mais.
é, eu esqueci-me de avisar que a krisondra, gosta do jake. ah, para quem não sabe a krisondra faz parte do grupinho ridiculo em que a keana e o jake entram.
ele: mas em compensação a keana agora deve estar a adora-la.
payton: quem é que adora quem ?
eu: voltas-te.
payton: é, pensei em fugir com o vendedor, mas depois percebi que não tinha as chaves de casa. - sorriu. - mas quem é que adora quem ?
chris: a keana à minha irmã.
payton: porque carga de água ?
eu: porque eu sugeri que ela saísse com o justin.
ele: correcção, obrigaste-me.
eu: isso.
payton: mas qual é o problema de saíres com ela ? já saíste uma vez.
ele: é muito melga, anda sempre atrás de mim, e muito sinceramente não vale tanto assim.
chris: fica com a krisondra.
ele: já fiquei, mas não quero mais.
eu: também quem não fica com ela ?
payton: mesmo, até o chris já esteve com ela.
chris: espero que isso não tenha sido um insulto.
payton: e não foi. - sorriu.
chris: tenta a sasha.

a sasha é a líderzinha do grupo que eu refei anteriormente.

ele: já tentei, quando lhe sugeri isso deu-me um estalo.
eu: ahahahahahahahahahahahahahahahahah.
ele: não tem piada, doeu. - olhou-me de lado.
payton: porquê maninho ? - riu-se.
ele: por causa do luke.
o luke é o namorado dela e também faz parte do grupo.
eu: pelos vistos, há alguém que te resiste naquele colégio.
sim, o justin é o tipico mulherengo papa-todas.
ele: tangas, já fiquei com ela. mas ao que parece não quis voltar a ficar.
eu: ao que parece não és assim tão bom. - ri-me.
ele: não é isso que as outras dizem. - piscou-me o olho.
chris: então sendo assim, já andas-te com as raparigas todas lá do colégio.
ele: nem todas, só as bonitas e da minha idade.
chris: correcção, nunca tiveste nada com a minha irmã.
ele: e nem quero.
eu: nem eu deixava. - fiz cara de nojo.
payton: comprei-te um vestido lindo. - sorriu.
eu: a mim ?
payton: sim.- sorriu.
ele: boa, sempre podes usa-lo esta noite.
eu: nem me lembres disso, estou-te com uma raiva ... que nem imaginas.
ele: para variar, estás sempre.
eu: mas agora estou mais.
ele: da-me uma novidade.
chris: já compraram tudo ?
eu: eu não comprei nada.
chris: com isso não te preocupes, pois ao que parece a payton tratou disso.
payton: pois foi. - sorriu.
eu: credo payton, tantas sacas !
ele: nem com todo o shoping a ajudar, algum dia serás bonita.
eu: cala-te, querias tu que uma como eu caísse na tua lábia.
ele: ui, estás-te a achar, não ?
payton: na verdade não, segundo o colégio ela é uma das raparigas mais bonitas e desejadas de lá.
eu: ficavas melhor calado, juju, é que acabas-te de ficar mal. - ri-me.
ele: esses rapazes andam todos cegos.
eu: as raparigas é que andam, para serem capazes de ter algo com alguém tão bronco como tu.
ele: sí, sí coracíon.
chris: então vamos ? é que vai dar um filme que eu quero ver.
payton: vamos lá.
ele: vamos, que eu posso não querer ir aquele jantar, mas tenho que estar bem.
eu: queres um conselho ? corta a cabeça, vais ficar perfeito. - sorri sinicamente.
ele: ui, isso tudo para eu não beijar a keana ? óh princesa, se isso te incomoda eu não a beijo. - sorriu sinicamente.
eu: antes beijar um sapo.
ele: vou fingir que acredito. - sorriu-me e piscou-me o olho.
payton: esta noite vais ficar linda, vou cuidar de ti. - sorriu.
eu: exagero, é só um jantar com 3 bananas, ou melhor 2 bananas, e o macaco do justin. - ri-me.
ele: deves é querer um filho.
eu: és capaz de mo fazeres ? - aproximei-me dele e fiquei quase com o nariz colado ao dele.
ele: não duvides das minhas capacidades. - agarrou-me pela cintura.
eu: duvido mesmo. - sorri sinicamente e empurrei-o. - vou-me arranjar.- pisquei-lhe o olho e saí.
bem, eu sou a cate e este é o meu mundo.


continua...

estás a ler:
publicado por p;αndяαde. ॐ às 18:22
| comentar.
20 pintinhos piu:
De Maninha <3 a 19 de Setembro de 2010 às 18:29
Tá giro o 1º capitulo. bjs passa pelos meus blogs
De p;αndяαde. ॐ a 19 de Setembro de 2010 às 19:19
obrigado. :)
De Marta Morgado a 19 de Setembro de 2010 às 19:24
LOOOL, eu sei mais ...
De Marta Morgado a 19 de Setembro de 2010 às 19:30
Sim, se for a ver xD
De Aurelle a 19 de Setembro de 2010 às 19:50
Okay, eu matei-me de rir com o ódio dela e com o Justin...
O Chris tem toda a razão xD
Já vi muitas histórias de amor a começarem com ódio... (a)
Quero mais capítulos, ouviste? :b
De Marta Morgado a 19 de Setembro de 2010 às 20:02
alguns codigos do hi5 dão para aqui xD eu tambem sei codigos do hi5, mas agora apaguei o meu
De Aurelle a 19 de Setembro de 2010 às 20:34
Por isso é que disse muitos (a)
Madame não xD Nem essas cenas todas xD
Apenas nome normal 8D :b
Ma mademoiselle :b
De carolina lewis a 19 de Setembro de 2010 às 21:38
ahahahahahaha, hilariante!! :D
quero mais!
beijinhos :)
De Marta Morgado a 19 de Setembro de 2010 às 21:48
^^
De - huun a 20 de Setembro de 2010 às 18:39
olha chama-se cate = cátia o.o
acho que vou gostar!
quando escreves mais ? :3
quero maiiis :3
De »Andry Agrelα.* a 21 de Setembro de 2010 às 10:40
-esta lindo +_+
cidade do porto (LL), nan fazia a minima ideia que eras dai .
beijinho.

comentar.